• COMECE COM O PÉ DIREITO

    Excelente Relação Custo X Benefício Leia mais
  • CADEIRA ORVALHO

    Produto Premiado exclusivo da Movelaria Paranista Leia mais
  • HOTEL RAMADA

    Móveis da Movelaria Paranista no hotel no Recreio dos Bandeirantes Leia mais
  • MUSEU OSCAR NIEMEYER

    Os móveis da Movelaria Paranista pertencem ao acervo permanente de design do MON Leia mais
  • SALÕES DE FESTAS E EVENTOS

    Cadeiras elegantes com os diferenciais da empilhabilidade e resistência Leia mais
  • HOSPITALITY & FOOD SERVICE

    Móveis para uso profissional em gastronomia, hotelaria e eventos Leia mais
  • A FANTÁSTICA FÁBRICA DE CADEIRAS

    Monte a sua cadeira em nosso simulador! Leia mais
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7

A Demoiselle é uma poltrona da Movelaria Paranista desenvolvida para hotelaria e alta gastronomia. Fabricada em madeira maciça estofada, tem medidas adequada ao uso à mesa. O conforto do estofamento espesso e macio e dos braços largos, conquistam o usuário para um maior tempo de permanência, favorecendo o aumento do ticket médio dos estabelecimentos. O nome “Demoiselle”, senhorita em francês, é uma homenagem ao avião de mesmo nome criado pelo inventor brasileiro Alberto Santos Dumont.

 

clique nas miniaturas para ampliar e saber mais

 

A AVIAÇÃO E A HISTÓRIA DA FAMÍLIA

“Eduardo Antônio Tedeschi era meu avô...” conta o diretor da Movelaria Paranista Aurélio Sant’Anna. Filho de imigrantes italianos, nasceu em 1909 em Curitiba, o mesmo ano do sucesso do Demoiselle de Santos Dumont na Europa. O “Vô Antônio” era Marceneiro e Escultor, e em sua atuação como modelista de fundição na antiga Fábrica do Exército chegou a fazer hélices em madeira para reposição em aviões da primeira metade do Século XX. Fazer uma hélice era uma grande responsabilidade, pois a peça exigia extraordinário conhecimento técnico e precisão.

 

A LIBÉLULA DE SANTOS DUMONT

 

O Demoiselle foi criado em 1907 aperfeiçoado em 1909 pelo inventor brasileiro Alberto Santos Dumont. Foi o primeiro avião realmente prático de Santos Dumont. Isso porque o primeiro aeroplano do inventor, o 14bis, de 1906, embora conseguisse voar, era incapaz de fazer curvas de forma controlada. O próprio Santos Dumont sabia disso. Após aposentar o 14bis, passou quase um ano se debatendo com outros desenhos, até atingir o sucesso com o aeroplano N° 19, que por sua elegância e aparente fragilidade ganhou de imediato o apelido de Demoiselle (“senhorita” ou “libélula”, em francês). “Ele foi o primeiro ultraleve”, diz Henrique Lins de Barros, pesquisador do CBPF, no Rio, e especialista na vida e obra do inventor brasileiro. Com suas dimensões diminutas, com 5,10 metros de envergadura e 110 quilos, ele servia como meio de transporte pessoal de Santos Dumont. O inventor o usava para visitar amigos nos arredores de Paris, antes de encerrar sua carreira de aeronauta, em 1910

 

Fontes

Adélia Borges - CBPF (Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas) – G1 - Henrique Lins de Barros

Itaú Cultural - Revista ABC Design - Salvador Nogueira – Wikipédia - Wikipédia